26 de julho de 2012

I GRANDE PROVA DE PERÍCIA AUTOMÓVEL DE CAMPO DE BESTEIROS


Taças da I prova de perícia

Como já referi o custo de cada inscrição era de cem escudos. Quantia significativa para a época, mas, mesmo assim, inscreveram-se sessenta concorrentes oriundos de diferentes zonas do país. As acessibilidades não se comparam às de hoje, mas, apesar desse facto, a lista de concorrentes era bastante abrangente, mas com maior incidência na região centro. Alguns eram de terras bens distantes, na altura, caso de Caminha ou de Lisboa.
                Desde as dez da manhã que o público se aglomerava em redor do campo da Neuza, para ver as “máquinas” que chegavam. O interesse era tal, que ao mesmo tempo da prova decorria uma bolsa de apostas, à boa maneira inglesa. Muita luta, muita emoção, muita incerteza de quem ia ser o vencedor desta primeira prova de perícia. Da análise dos tempos obtidos a competição foi renhida, principalmente para os lugares intermédios. Após o registo de tempos e a soma das penalizações, ficou assim ordenada a classificação:
                1.º - João Eduardo Ferreira, 1m32s.

                2.º - António Ferreira, 1m37s.

                3.º - Carlos Alberto Terena, 1m57s.

                4.º - António Neves, 2m02s.

                5.º - Francisco Neves da Costa, 2m04s.
                Os representantes locais classificaram-se em lugares mais modestos, registando-se um décimo sexto de José Salafranca Almeida.
                A prova ainda rendeu uma verba significativa, fruto, mais uma vez, da capacidade de iniciativa dos besteirenses.

3 comentários:

Anônimo disse...

Me congratulo pela publicação desta recordação das perícias em Campo de Besteiros. Meu pai, de Águeda, também correu em Campo de Besteriros no inicio da década de 70, com um Morris Cooper S fantástico. Creio que chegou a obter um 6º lugar. Campo de Besteiros naquele tempo era a prova mãe das perícias em Portugal.
Se tiver mais dados ou fotos dessas provas gostaria de ter acesso.

Paulo Batista

carlos Carloscouto disse...

pois tudo k tem fruto de nascensa em campo de besteiro e pra eskecer pork nao ha bairrinho e so pessoas por intresses mas acaba por ir tudo por agua abaixo

Joaquim Calheiros disse...

Infelizmente tenho pouco material informativo referente às perícias de Campo de Besteiros. Mas obrigado por considerar que era a mãe de todas as perícias.

-------------------------------Um baú de histórias e memórias--------------------------------